Partilhe

Localização

Situação Existente

LARGO DA SEVERA Concluído

Vista Geral

Acesso Principal

Interior Piso 1 Zona de Estar

Interior Piso 1 Zona de Estar

Interior Piso 1 Café/Restaurante

Interior Piso 1 Café/Restaurante

Terraço Zona de Estar Exterior

Terraço Zona de Estar Exterior

Acesso Piso 0 Zona de Serviços

Acesso Piso 0 Zona de Serviços

Acesso Piso 0 Zona de Serviços

Vista Geral

LARGO DA SEVERA E RUA DO CAPELÃO

CORTE PROPOSTA

PLANTA PISO 0 - 01 ACESSO PRINCIPAL 02 ACESSO EXTERIOR 03 COZINHA 04 I.S 05 ACESSO INTERIOR 06 ELEVADOR 07 CAFÉ/RESTAURANTE

PLANTA PISO 1 - 01 ACESSO PRINCIPAL 02 ACESSO EXTERIOR 03 COZINHA 04 I.S 05 ACESSO INTERIOR 06 ELEVADOR 07 CAFÉ/RESTAURANTE

Casa da Severa

Big Mat <br/> Prémio Internazionale ArchitetturaConstruirFADReabilitação Urbana

Habitar Portugal, Selecionado
BIGMAT Prémio 2015 Portugal.
Prémio Nacional de Reabilitação 2015 “Melhor Intervenção na Cidade de Lisboa” e “Melhor Intervenção com Impacto Social” com o projeto Casa da Severa. Candidatura elaborada pela Câmara Municipal de Lisboa.
Prémios Construir 2014. Casa da Severa venceu o prémio na categoria “Prémio Reabilitação 2014, Comércio e Serviços” e “Prémio Construir 2014, Melhor Projeto Público.
Prémios FAD 2014. Projeto Casa da Severa, Finalista dos Prémios FAD de 2014, Prémio Ibérico de Arquitetura e Design, na categoria Arquitetura, Prémio Júri.

O projeto tem como objetivo a transformação de um edifício de habitação situado no Largo da Severa, antiga Rua do Capelão, na Mouraria em Lisboa, num equipamento cultural designado por Casa da Severa. O edifício original, com três pisos mais sótão e o total de seis frações destinadas a habitação, apresentava – como resultado de sucessivas transformações e compartimentação interior – diferentes problemas estruturais e escassas condições para habitar, nomeadamente deficientes instalações sanitárias e espaços úteis manifestamente exíguos. De modo a adaptar o espaço existente ao novo programa público, optou-se demolir o interior do edifício e preservar o seu exterior mantendo a sua forte identidade urbana. O acesso ao café/restaurante – espaço principal do equipamento – faz-se diretamente a partir do espaço público através de uma escadaria. Esta escadaria funciona simultaneamente como zona de estar exterior do equipamento. A sala principal tira partido da máxima altura interior disponível atingindo um pé-direito de 6,50 metros. Uma das paredes da sala funciona como zona de projeção de vídeos. No piso térreo estão situadas todas as zonas técnicas do programa, tais como cozinha, instalações sanitárias e arrumos. Um elevador permite o acesso a pessoas com a mobilidade reduzida a todas as zonas públicas do equipamento.

 

Localização Largo da Severa, 2/2B, Lisboa, Portugal
Projeto 2009
Obra 2011-2012
Cliente Câmara Municipal de Lisboa
Área de Construção 104 m2
Arquitetura José Adrião – Coordenação
Fase 1 Margarida Lameiro – Chefe de Projeto
Ricardo Aboim Inglez
Fase 2 Carla Gonçalves – Cefe de Projecto
João Albuquerque Matos, Ricardo Aboim Inglez, Tiago Pereira
Estabilidade MB – Engenharia
Especialidades MB – Engenharia
Empreiteiro Geral AGP, Arada Gestão de Participações, Lda
Fiscalização Câmara Municipal de Lisboa
Fotografia Hugo Santos Silva
Ligações mariadamouraria.pt

38.716171,-9.134472
Ver mapa